Ponto sem nó

CAUSA: A melhora que vimos ontem no mercado de câmbio (queda de quase 2% no dia) foi reflexo do aparente realinhamento político entre o presidente da República e o ministro da Economia,com a intenção de encaminhar ao Congresso amanhã a proposta da reforma administrada - que tem como principal discussão a proposta de reestruturação do funcionalismo público. Esse movimento acabou acalmando o mercado financeiro local de forma geral, mesmo num dia em que tivemos a divulgação do PIB negativo. Não tem ponto sem nó!

CONSEQUÊNCIA: A questão que fica é o quanto de fato essas reformas (tanto a administrativa quanto a tributária – não vamos nos esquecer dessa também) irão caminhar e até quando o mercado financeiro vai sustentar essa melhora, mesmo no cenário tão adverso que estamos vivendo e com os indicadores macroeconômicos, sobretudo de crescimento e emprego, ainda fracos. Vai faltar pano para tanto nó que ainda precisa ser atado!

Autores

Cristiane Quartaroli
Economista

Siga nossas redes sociais