Confiança

CAUSA: A FGV divulgou na semana passada as prévias dos indicadores de confiança do mês de julho e todos continuaram mostrando uma recuperação significativa após o tombo observado entre os meses de março e maio. As expectativas do empresariado e da população, assim como a confiança, são importantes termômetros da economia do País. Ou seja, quanto mais otimismo, maior a propensão ao consumo e ao investimento e o contrário também é verdadeiro, concordam? E, claro, os aumentos dos investimentos e do consumo alimentam o crescimento econômico e a criação de empregos - assim esperamos e desejamos! Já em tempos de pessimismo, os investimentos e o consumo diminuem, desacelerando a atividade econômica - estamos sentindo na pele!

CONSEQUÊNCIA: O pior já passou? Ainda não sabemos, mas a sinalização mais recente dos dados de confiança é positiva para a economia como um todo e vista com bons olhos pelos mercados financeiros. Com a pandemia dando uma trégua (eu sei que essa questão ainda difícil de visualizar, mas esse dia vai chegar) e os indicadores de confiança melhorando ainda mais, talvez, a gente até consiga vislumbrar algum alívio maior na taxa de câmbio.

Autora

Cristiane Quartaroli
Economista

Siga nossas redes sociais