Causa ou Consequência

Sempre A Política

CAUSA: Nesse último domingo, pessoas foram às ruas protestar a favor do pacote anticrime do ministro da Justiça, Sérgio Moro, e, em menor escala, da reforma da Previdência. Marchas também ocorreram para críticas ao “centrão e sua velha política”, assim como a Rodrigo Maia. Na minha opinião, foi uma reação mais focada para destravar a economia do que, essencialmente, uma marcha pró-governo — o que é positivo.

Lá fora, os EUA continuam em cima do muro em relação ao andamento do acordo comercial com a China, ou seja, o clima de cautela permanece.

CONSEQUÊNCIA:  Ficou uma percepção mais clara por parte dos congressistas que o povo (ou boa parte dele) quer reformas e pode, portanto, diminuir a resistência de alguns. Verdade que há efeitos contrários também, como aumento das tensões com deputados e senadores (pró e contra reformas) e possibilidade de nova manifestação da oposição. Dessa forma, cabe ao governo seguir trabalhando na proximidade com o Congresso para apaziguar o mercado. Enquanto isso, difícil vermos dólar abaixo de US$/R$ 4,00.

No items found.

Siga o Banco Ourinvest

Logo LinkedinLogo FacebookLogo InstagramLogo TwitterLogo YoutubeLogo Spotify

Conteúdos relacionados

11/1/22

Causa ou Consequência

Mandem suas Apostas

CAUSA: E, mais uma vez, parece que estamos iniciando o ano novo com cara de ano velho. As esperanças podem até ter sido renovadas, mas as...

Leia mais

21/12/21

Causa ou Consequência

Inflação de Natal Ourinvest: Papai Noel terá a ceia mais cara

CAUSA: Inflação já é um tema comum para todos os brasileiros e, embora a gente tenha passado por um período de calmaria, a pandemia veio...

Leia mais

Categorias

Nossa equipe de economistas

Fernanda Consorte

Economista-chefe

Economia para todos é o lema da Fernanda. Com ampla experiência no mercado financeiro, conhecimento técnico apurado e linguagem simples, a autora contribui para a tomada de decisão de clientes e empresas que necessitem desse suporte.

Veja mais

Cristiane Quartaroli

Economista

Economista formada pela USP, com mais de 15 anos de experiência nas área de Economia e Finanças, com foco em análise macroeconômica, resultando em amplo conhecimento do mercado bancário.

Veja mais

Welber Barral

Estrategista de Comex

Mestre em relações internacionais (USFC), Doutor em direito internacional (USP) e pós-doutor em Direito do comércio internacional (Georgetown University), Barral foi secretário de Comércio Exterior do Brasil de 2007 a 2011. Atualmente é, também, diretor no Departamento de Comércio exterior da FIESP e conselheiro da Câmara de Comércio Americana.

Veja mais