Causa ou Consequência

Sem Notícias, Vamos Indo Aos Us$/R$ 3,80

CAUSA: As notícias locais não estão propriamente vazias, mas estão sem foco de efetividade em curto prazo. Destaco, por um lado, a excelente notícia sobre o lançamento pelo governo do programa para reduzir o preço do gás natural, chamado “novo Mercado de Gás”. Essa medida mira em investimentos, aumento de produtividade, ou seja, crescimento estrutural. Contudo, é uma ação de muito longo prazo e pouco palpável neste momento.

Por outro lado, tivemos a divulgação da liberação do FGTS, através de um calendário de saques. Não é ruim, sobretudo ao trabalhador, porém afeta de forma pontual o consumo doméstico, e já aprendemos com o passado que isso não estimula o crescimento estrutural.

Resta-nos, portanto, olhar para fora e esperar o Fed (Banco Central norte-americano) anunciar corte de juros ou os EUA e China andarem com o famigerado acordo comercial.

CONSEQUÊNCIA: Assim, conforme mencionado em notas anteriores, acredito que a taxa de câmbio vá gradualmente se acomodar ao redor de R$/US$ 3,80 até que tenhamos novos desdobramentos da Reforma ou outras notícias, após o recesso.

No items found.

Siga o Banco Ourinvest

Logo LinkedinLogo FacebookLogo InstagramLogo TwitterLogo YoutubeLogo Spotify

Conteúdos relacionados

14/9/21

Causa ou Consequência

Indefinições e risco

CAUSA: No vai e vem dos mercados observamos recentemente uma nova piora em nossa medida de risco-país

Leia mais

24/8/21

Causa ou Consequência

Movidos pela emoção

CAUSA: A vacinação está avançando no Brasil, temos mais de 50% da população vacinada com ao menos uma dose e, ao que tudo indica, os resu...

Leia mais

Categorias

Nossa equipe de economistas

Fernanda Consorte

Economista-chefe

Economia para todos é o lema da Fernanda. Com ampla experiência no mercado financeiro, conhecimento técnico apurado e linguagem simples, a autora contribui para a tomada de decisão de clientes e empresas que necessitem desse suporte.

Veja mais

Cristiane Quartaroli

Economista

Economista formada pela USP, com mais de 15 anos de experiência nas área de Economia e Finanças, com foco em análise macroeconômica, resultando em amplo conhecimento do mercado bancário.

Veja mais

Welber Barral

Estrategista de Comex

Mestre em relações internacionais (USFC), Doutor em direito internacional (USP) e pós-doutor em Direito do comércio internacional (Georgetown University), Barral foi secretário de Comércio Exterior do Brasil de 2007 a 2011. Atualmente é, também, diretor no Departamento de Comércio exterior da FIESP e conselheiro da Câmara de Comércio Americana.

Veja mais