Blog

Quer viajar? Confira os países abertos e dicas para o melhor câmbio

Se você está pensando em retomar as viagens ao exterior vai gostar de saber que já há mais de 100 países com as fronteiras abertas para receber os brasileiros. É hora de renovar o passaporte, os vistos e começar a programar sua próxima viagem!

Para te ajudar nesse processo, o Banco Ourinvest preparou uma lista com os destinos prontos para receber os cidadãos do Brasil e te ajuda a entender as particularidades dos locais mais desejados.

Além disso, neste conteúdo você também terá dicas para garantir a melhor taxa de câmbio para que sua retomada às viagens seja mais tranquila! Vamos embarcar?

Vale lembrar que cada país tem suas regras próprias, que vão desde a exigência ou não de teste negativo para Covid-19 ou contratação de seguro de saúde, à necessidade de preenchimento de formulários sanitários ou pedidos de autorização prévia de viagem.

Também variam de país para país (e, nos EUA, até mesmo em cada cidade) requisitos do comprovante de vacinação para entrada em locais fechados ou embutidos.  Há os que aceitam o certificado eletrônico brasileiro, o Conecte o SUS, que emite versões em inglês e espanhol, e há os que procuram os passaportes de imunidade do próprio país ou região, que normalmente podem ser substituídos por testes a cada 24 ou 48 horas. Por isso, é importante consultar os órgãos oficiais de cada país antes de embarcar.

 

Todo mundo de olho nos Estados Unidos

A cidade de Nova Iorque é o destino internacional mais procurado pelos brasileiros que vão viajar ainda neste ano, de acordo com um levantamento da agência ViajaNet. A cidade é responsável por quase 20% das vendas com embarque até o fim de dezembro. Orlando, outro destino em solo americano, também aparece em alta nas buscas.

Por isso, os Estados Unidos são nossa primeira parada nessa viagem de retomada.  Na verdade, nunca fomos proibidos de entrar no país, mas era necessário cumprir quarentena de 14 dias em outro país listado, como o México, por exemplo.

Depois de mais de um ano e meio com as fronteiras parcialmente fechadas para brasileiros, o país reabriu seu território no início de novembro. Todos os estrangeiros adultos que estiverem totalmente vacinados há pelo menos duas semanas poderão entrar no país. Todas as vacinas aplicadas no Brasil são aceitas.

Além de comprovar a aplicação do imunizante, o viajante precisa apresentar um teste negativo de Covid-19 feito até três dias antes do embarque. O visto também segue como exigência.

 

Vamos para a Europa?

Destinos amados por brasileiros, como Portugal, França e Alemanha também já voltaram a receber brasileiros. Confira as exigências para cada um deles.

Portugal - O país reabriu suas fronteiras dia1º de setembro para os turistas brasileiros, mesmo os não vacinados. Porém é preciso apresentar teste RT-PCR realizado até 72h antes do embarque ou de antígeno até 48h antes do embarque.

Fique atento, pois apenas os testes rápidos que constem na lista comum para despiste da doença Covid-19 aprovados pelo Comitê de Segurança da Saúde da União Europeia são aceitos. Na página da SNS24 é possível saber os testes aceitos. Além disso, os viajantes devem preencher o formulário “Passenger Locator Card (PLCe).

França - Viajantes totalmente vacinados com imunizantes AstraZeneca, Pfizer, Moderna (sete dias depois da segunda dose) e Janssen (28 dias depois da dose única) podem entrar no país.

Recentemente, um decreto oficial do governo francês liberou a entrada de vacinados com imunizantes chineses, como a Coronavac, desde que eles tomem uma dose de reforço da Pfizer ou Moderna. A entrada será permitida depois de sete dias da dose de reforço.

Alemanha - Brasileiros com vacinação completa contra a Covid-19 há pelo menos 14 dias com os imunizantes da Pfizer, Moderna, AstraZeneca e Janssen já podem viajar ao país. A vacina Coronavac ainda gera controvérsias no país e, ao menos por enquanto, não é aceita para ingresso.

Espanha - Brasileiros totalmente vacinados podem entrar sem necessidade de quarentena ou teste negativo. O país está aceitando comprovação de qualquer imunizante aceito pela OMS, incluindo a Coronavac, desde que a vacina tenha sido aplicada 14 dias antes da viagem, no mínimo.

Reino Unido - Aceita turistas que tenham tomado as duas doses de AstraZeneca ou Pfizer, ou a dose única da Janssen há mais de 14 dias. A Coronavac, pelo menos por enquanto, não será aceita, valendo nesse caso a mesma regra dos não vacinados, com quarentena de 10 dias.

 

Outros destinos populares

Além dos Estados Unidos e países da Europa, há outros destinos que são muito cobiçados pelos brasileiros. Confira mais alguns deles a seguir:

Canadá - Desde setembro, o país abriu para brasileiros totalmente vacinados com AstraZeneca (incluindo Covishield e Fiocruz), Pfizer, Janssen e Moderna. Coronavac está fora da lista, por enquanto.

Catar - Turistas brasileiros totalmente vacinados com Pfizer, AstraZeneca, Moderna e Janssen 14 dias antes da chegada podem entrar sem a necessidade de quarentena ou teste de chegada. Quem tomou outras vacinas, como a Coronavac, também está sendo aceito, mas precisa fazer um teste de antígeno no aeroporto.

Emirados Árabes Unidos- Brasileiros podem entrar em Dubai e em Abu Dhabi, onde estão os maiores aeroportos internacionais do país. Basta ter um teste RT-PCR negativo feito até 72 horas antes do embarque e um seguro de viagem com cobertura para Covid-19.

México - É um dos destinos mais flexíveis. Brasileiros não precisam apresentar teste negativo nem ficar em quarentena. A única exigência é o preenchimento de um formulário de saúde antes do embarque.

Argentina - Recebe brasileiros desde 1º de outubro e solicita comprovante de vacinação completa, com a última (ou única) dose dada até 14 dias antes da viagem. Também é necessário apresentar teste PCR negativo feito até 72 horas antes da chegada.

Uruguai - Está com fronteiras abertas para viajantes internacionais totalmente vacinados desde 1º de novembro. As autoridades sanitárias uruguaias aceitam todos os imunizantes conhecidos no Brasil.

China - As viagens e turismo para China não estão permitidas.

 

A lista completa de países, com atualizações frequentes, pode seracessada em https://www.iatatravelcentre.com/world.php .

 

Como garantir o melhor câmbio para sua viagem?

 

Destino escolhido, é hora de começar a pensar nos gastos da viagem. Raphael Coracini, especialista em Câmbio do Banco Ourinvest, diz que a principal dica é “fazer um hedge” dos gastos da viagem.

Ele explica que “fazer um hedge” da viagem inclui se planejar para não ter surpresas com as variações cambiais, cada vez mais comuns. “Quando fechar a viagem já é hora de começar a comprar moeda. Não adianta esperar o câmbio melhorar, pois o efeito pode ser oposto e comprometer o passeio. Fechou a viagem, comece a comprar para trabalhar com a previsibilidade dos gastos”, diz.

Para ele, a pessoa deve traçar um planejamento de despesas durante a viagem e comprar moeda toda vez que tiver montante disponível, independentemente da taxa do momento. “Esperar uma taxa melhor não é uma boa ideia, pois ela pode não vir”, avalia.

Raphael diz que o Banco Ourinvest trabalha com mais de 20 moedas à pronta entrega e, em casos de destinos mais exóticos, os clientes têm o papel em até três dias. Para comprar as moedas é necessário fazer um cadastro no banco.

“O cadastro simplificado para compra de moeda contempla até R$ 100 mil por ano sem necessidade de comprovação de renda. Para valores maiores, é necessária uma documentação adicional”, finaliza.

 

 

No items found.

Siga o Banco Ourinvest

Logo LinkedinLogo FacebookLogo InstagramLogo TwitterLogo YoutubeLogo Spotify

Conteúdos relacionados

3/11/21

Blog

8 perguntas comuns sobre remessas internacionais

Seja para mandar dinheiro para o filho que mora no exterior, comprar um imóvel fora do país ou mesmo realizar importação de produtos, as...

Leia mais

29/10/21

Blog

Lavagem de dinheiro: como combater essa prática?

Anualmente cerca de 2% a 5% do PIB mundial, algo entre US$ 800 bilhões e US$ 2 trilhões, são fruto de lavagem de dinheiro, de acordo com...

Leia mais

Categorias

Nossa equipe de economistas

Fernanda Consorte

Economista-chefe

Economia para todos é o lema da Fernanda. Com ampla experiência no mercado financeiro, conhecimento técnico apurado e linguagem simples, a autora contribui para a tomada de decisão de clientes e empresas que necessitem desse suporte.

Veja mais

Cristiane Quartaroli

Economista

Economista formada pela USP, com mais de 15 anos de experiência nas área de Economia e Finanças, com foco em análise macroeconômica, resultando em amplo conhecimento do mercado bancário.

Veja mais

Welber Barral

Estrategista de Comex

Mestre em relações internacionais (USFC), Doutor em direito internacional (USP) e pós-doutor em Direito do comércio internacional (Georgetown University), Barral foi secretário de Comércio Exterior do Brasil de 2007 a 2011. Atualmente é, também, diretor no Departamento de Comércio exterior da FIESP e conselheiro da Câmara de Comércio Americana.

Veja mais