Causa ou Consequência

PUBLICADO EM

13/2/2020

CAUSA: A desvalorização do real em relação ao dólar tem sido provocada por vários motivos, dentre os quais podemos listar: 1. a queda dos juros; 2. as incertezas com o rumo da economia mundial, após o surgimento do coronavírus, e agora 3. mais uma vez, nos deparamos com mensagens de conteúdo crítico do governo ao mencionar por que é bom termos o dólar tão alto aqui. Pegou mal de novo!

Imagine você, caro leitor, que com o nível atual de nossa taxa de juros, o Brasil deixa de oferecer retornos atrativos para o capital internacional, como ocorria no passado. Esse cenário faz o investidor procurar por economias mais rentáveis. Isso é verdade. Batemos muito nessa tecla. E pensando nisso, podemos até concordar que o dólar estava “barato” lá atrás, quando ainda tínhamos muito fluxo de estrangeiros entrando no Brasil. Mas nossas autoridades poderiam ter se colocado de outra forma ao listar essas questões. Enfim..

CONSEQUÊNCIA: Muito barulho em um momento já bastante sensível para nossa economia. Não bastasse a volatilidade e a grande aversão ao risco provocada pela epidemia chinesa, agora, o mercado tem que lidar novamente com palavras mal colocadas em momentos inoportunos. Enquanto esse ambiente persistir, o dólar continuará ganhando força frente a nossa moeda. Não tem jeito!

No items found.

Siga o Banco Ourinvest

Logo LinkedinLogo FacebookLogo InstagramLogo TwitterLogo YoutubeLogo Spotify

Conteúdos relacionados

14/9/21

Causa ou Consequência

Indefinições e risco

CAUSA: No vai e vem dos mercados observamos recentemente uma nova piora em nossa medida de risco-país

Leia mais

24/8/21

Causa ou Consequência

Movidos pela emoção

CAUSA: A vacinação está avançando no Brasil, temos mais de 50% da população vacinada com ao menos uma dose e, ao que tudo indica, os resu...

Leia mais

Categorias

Nossa equipe de economistas

Fernanda Consorte

Economista-chefe

Economia para todos é o lema da Fernanda. Com ampla experiência no mercado financeiro, conhecimento técnico apurado e linguagem simples, a autora contribui para a tomada de decisão de clientes e empresas que necessitem desse suporte.

Veja mais

Cristiane Quartaroli

Economista

Economista formada pela USP, com mais de 15 anos de experiência nas área de Economia e Finanças, com foco em análise macroeconômica, resultando em amplo conhecimento do mercado bancário.

Veja mais

Welber Barral

Estrategista de Comex

Mestre em relações internacionais (USFC), Doutor em direito internacional (USP) e pós-doutor em Direito do comércio internacional (Georgetown University), Barral foi secretário de Comércio Exterior do Brasil de 2007 a 2011. Atualmente é, também, diretor no Departamento de Comércio exterior da FIESP e conselheiro da Câmara de Comércio Americana.

Veja mais