Causa ou Consequência

Nem tudo são flores

CAUSA: A semana segue em clima de aversão ao risco, em grande medida pelo simples fato de ainda estarmos vivendo em meio a uma pandemia sem precedentes históricos. Além disso, outros fatores mais recentes acrescentam pitadas de dissabores a esse ambiente já tão conturbado, dentre os quais destacamos: 1. a evolução da Covid do presidente dos EUA, uma vez que isso respinga diretamente no andamento das eleições americanas, em novembro; 2. a segunda onda de contágio na Europa e os possíveis impactos nas economias ainda são sinais de alerta; 3. o preocupante quadro fiscal brasileiro e o temor de que o governo possa furar o teto dos gastos em prol de programas assistencialistas como o Renda Cidadã, apesar da recente sinalização de  coordenação entre as autoridades envolvidas com este tema.

CONSEQUÊNCIA: Uma combinação de tudo isso mantém a taxa de câmbio em patamar elevado. Não tem jeito. É possível que agente ainda presencie dias bons e outros nem tanto, afinal o cenário ainda é adverso e a volatilidade anda de mãos dadas com essa crise há tempos e parece não ter fim. Então, nos resta ter paciência e esperar mais um pouco, pois a primavera chegou, mas nem tudo são flores!!!

No items found.

Siga o Banco Ourinvest

Logo LinkedinLogo FacebookLogo InstagramLogo TwitterLogo YoutubeLogo Spotify

Conteúdos relacionados

14/9/21

Causa ou Consequência

Indefinições e risco

CAUSA: No vai e vem dos mercados observamos recentemente uma nova piora em nossa medida de risco-país

Leia mais

24/8/21

Causa ou Consequência

Movidos pela emoção

CAUSA: A vacinação está avançando no Brasil, temos mais de 50% da população vacinada com ao menos uma dose e, ao que tudo indica, os resu...

Leia mais

Categorias

Nossa equipe de economistas

Fernanda Consorte

Economista-chefe

Economia para todos é o lema da Fernanda. Com ampla experiência no mercado financeiro, conhecimento técnico apurado e linguagem simples, a autora contribui para a tomada de decisão de clientes e empresas que necessitem desse suporte.

Veja mais

Cristiane Quartaroli

Economista

Economista formada pela USP, com mais de 15 anos de experiência nas área de Economia e Finanças, com foco em análise macroeconômica, resultando em amplo conhecimento do mercado bancário.

Veja mais

Welber Barral

Estrategista de Comex

Mestre em relações internacionais (USFC), Doutor em direito internacional (USP) e pós-doutor em Direito do comércio internacional (Georgetown University), Barral foi secretário de Comércio Exterior do Brasil de 2007 a 2011. Atualmente é, também, diretor no Departamento de Comércio exterior da FIESP e conselheiro da Câmara de Comércio Americana.

Veja mais