Causa ou Consequência

Grande Pátria desimportante

CAUSA: Ao longo dos últimos dias, foram divulgados indicadores de confiança aqui no Brasil e, ao contrário do que estávamos observando no final do ano passado, voltamos a ver a confiança despencar em praticamente todos os setores. Houve queda acentuada nos dados de confiança do consumidor, da indústria e dos serviços no mês de março; e não é difícil imaginar o motivo desse comportamento. Alguém arrisca? O avanço da pandemia no País somado à inabilidade política de nossos governantes em minimizar tal problema não poderia resultar em outra coisa, a não ser na crescente queda de confiança dos principais agentes da economia. Justificável!

CONSEQUÊNCIA: A queda da confiança, além de sinalizar que teremos possivelmente um PIB negativo entre os 1T e 2T21  , aumenta a aversão ao risco no País e, portanto, pressiona a nossa taxa de câmbio. Para se ter ideia, o real foi a segunda moeda emergente que mais se depreciou na semana passada. Só perdeu para a Turquia, que teve um desgaste político com a demissão do presidente do Banco Central. No mais, o Brasil continua sendo o patinho feio e quero ver quem é que vai pagar para voltar a ver a sua cara novamente!

No items found.

Siga o Banco Ourinvest

Logo LinkedinLogo FacebookLogo InstagramLogo TwitterLogo YoutubeLogo Spotify

Conteúdos relacionados

14/9/21

Causa ou Consequência

Indefinições e risco

CAUSA: No vai e vem dos mercados observamos recentemente uma nova piora em nossa medida de risco-país

Leia mais

24/8/21

Causa ou Consequência

Movidos pela emoção

CAUSA: A vacinação está avançando no Brasil, temos mais de 50% da população vacinada com ao menos uma dose e, ao que tudo indica, os resu...

Leia mais

Categorias

Nossa equipe de economistas

Fernanda Consorte

Economista-chefe

Economia para todos é o lema da Fernanda. Com ampla experiência no mercado financeiro, conhecimento técnico apurado e linguagem simples, a autora contribui para a tomada de decisão de clientes e empresas que necessitem desse suporte.

Veja mais

Cristiane Quartaroli

Economista

Economista formada pela USP, com mais de 15 anos de experiência nas área de Economia e Finanças, com foco em análise macroeconômica, resultando em amplo conhecimento do mercado bancário.

Veja mais

Welber Barral

Estrategista de Comex

Mestre em relações internacionais (USFC), Doutor em direito internacional (USP) e pós-doutor em Direito do comércio internacional (Georgetown University), Barral foi secretário de Comércio Exterior do Brasil de 2007 a 2011. Atualmente é, também, diretor no Departamento de Comércio exterior da FIESP e conselheiro da Câmara de Comércio Americana.

Veja mais