Causa ou Consequência

É Nesse Vaivém...

CAUSA: Com atenções voltadas para o cenário externo, o dólar experimentou uma manhã de volatilidade ONTEM/HOJE. Podemos listar alguns motivos que contribuíram para esse comportamento:

  1. Preocupação sobre quais e quantas serão as medidas de estímulo monetário que o BCE (Banco Central Europeu) irá anunciar na próxima quinta-feira. ↔ INCERTEZA
  2. As empresas chinesas se viram obrigadas a reduzir os preços nas portas das fábricas (preços ao produtor em patamar mais baixo desde 2016), diante da demanda mais fraca em meio à guerra comercial com os EUA. ↔ INCERTEZA
  3. Segue indefinição a respeito do BREXIT. Câmara rejeitou pela segunda vez o pedido do primeiro-ministro Johnson para antecipar as eleições. ↔ INCERTEZA
  4. Internamente, mercado segue atento ao desenrolar da reforma da Previdência. O relator da PEC principal no Senado, Tasso Jereissati, dá indícios de que fará o possível para que não haja nenhum atraso. ↔ POSITIVO

CONSEQUÊNCIA: O cenário ainda é de incertezas, e seguimos no vaivém dos compradores e vendedores em dias com poucas notícias. Mercado externo não ajuda, volatidade aumenta. Boas notícias continuam sendo bem-vindas para experimentarmos um patamar abaixo de R$4,00.

No items found.

Siga o Banco Ourinvest

Logo LinkedinLogo FacebookLogo InstagramLogo TwitterLogo YoutubeLogo Spotify

Conteúdos relacionados

14/9/21

Causa ou Consequência

Indefinições e risco

CAUSA: No vai e vem dos mercados observamos recentemente uma nova piora em nossa medida de risco-país

Leia mais

24/8/21

Causa ou Consequência

Movidos pela emoção

CAUSA: A vacinação está avançando no Brasil, temos mais de 50% da população vacinada com ao menos uma dose e, ao que tudo indica, os resu...

Leia mais

Categorias

Nossa equipe de economistas

Fernanda Consorte

Economista-chefe

Economia para todos é o lema da Fernanda. Com ampla experiência no mercado financeiro, conhecimento técnico apurado e linguagem simples, a autora contribui para a tomada de decisão de clientes e empresas que necessitem desse suporte.

Veja mais

Cristiane Quartaroli

Economista

Economista formada pela USP, com mais de 15 anos de experiência nas área de Economia e Finanças, com foco em análise macroeconômica, resultando em amplo conhecimento do mercado bancário.

Veja mais

Welber Barral

Estrategista de Comex

Mestre em relações internacionais (USFC), Doutor em direito internacional (USP) e pós-doutor em Direito do comércio internacional (Georgetown University), Barral foi secretário de Comércio Exterior do Brasil de 2007 a 2011. Atualmente é, também, diretor no Departamento de Comércio exterior da FIESP e conselheiro da Câmara de Comércio Americana.

Veja mais