Causa ou Consequência

PUBLICADO EM

12/6/2020

CAUSA: Ainda sem muita clareza sobre qual a melhor decisão, algumas cidades do Brasil estão voltando às atividades aos poucos. Aquelas onde a combinação dos índices de casos, mortes e leitos de hospitais está mais controlada vão reabrir, enquanto as que estão em situação mais alarmante seguem na quarentena por mais tempo. Eis agora um grande dilema: a volta das atividades é ótima do ponto de vista econômico, contudo, o que irá acontecer, caso haja uma segunda onda de contágios após as reaberturas?

Em relatório recente, a OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) traçou alguns cenários pensando justamente na possibilidade de uma segunda onda de contágio e o resultado pode ser bastante ruim. No Brasil, por exemplo, a recessão poderia ultrapassar os -9,0%, veja no gráfico ao lado os exemplos de outros países.

CONSEQUÊNCIA: Está difícil enxergar alguma saída. Seguimos no dilema da escolha de Sofia. Deixar as economias fechadas por muito mais tempo poderá levar nosso crescimento para um tombo maior. Abrir as economias antes do que se imagina ser o ideal (lembrem-se de que ninguém sabe o que é ideal nesse momento) e ter uma segunda onda de contágios também não será nada bom. Mas assim seguimos, com muitas dúvidas, incertezas e um pouco de esperança de que a ciência nos presenteie com uma vacina ou remédio e minimize todos danos causados pelo vírus.

Siga o Banco Ourinvest

Logo LinkedinLogo FacebookLogo InstagramLogo TwitterLogo YoutubeLogo Spotify

Gostou? Fale com um de nossos especialistas e tire suas dúvidas.

Obrigado! Entraremos em contato com você.
Ooops! Alguma coisa deu errado. Tente novamente!

Conteúdos relacionados

5/7/22

Causa ou Consequência

Os riscos do Brasil

CAUSA: O Risco-Brasil, medido pelo Embi (índice que mede o desempenho dos títulos emitidos por mercados emergentes), vem subindo desde o...

Leia mais

21/6/22

Causa ou Consequência

Risco Institucional

CAUSA: O aumento nas taxas de juros em escala global tem causado grande preocupação nos mercados, por conta do risco de recessão que...

Leia mais

Categorias

Nossa equipe de economistas

Fernanda Consorte

Economista-chefe

Economia para todos é o lema da Fernanda. Com ampla experiência no mercado financeiro, conhecimento técnico apurado e linguagem simples, a autora contribui para a tomada de decisão de clientes e empresas que necessitem desse suporte.

Veja mais

Cristiane Quartaroli

Economista

Economista formada pela USP, com mais de 15 anos de experiência nas área de Economia e Finanças, com foco em análise macroeconômica, resultando em amplo conhecimento do mercado bancário.

Veja mais

Welber Barral

Estrategista de Comex

Mestre em relações internacionais (USFC), Doutor em direito internacional (USP) e pós-doutor em Direito do comércio internacional (Georgetown University), Barral foi secretário de Comércio Exterior do Brasil de 2007 a 2011. Atualmente é, também, diretor no Departamento de Comércio exterior da FIESP e conselheiro da Câmara de Comércio Americana.

Veja mais