Causa ou Consequência

Decisões, ações... Tiros no escuro

CAUSA: Vivemos em um monotema. E não é para menos. O coronavírus provocou uma crise na saúde humana, uma crise financeira e uma nova realidade. Para tamanhos impactos, ações e situações novas ocorrem todos os dias. Ainda, hoje, não conseguimos estimar a extensão (nós, economistas, só tendemos a crer que será rápido, mas muito intenso).

Assim, usaremos esse nosso canal para atualizá-los sobre as medidas econômicas-sociais que estão sendo tomadas (atropeladas?) para endereçar (amenizar?) as consequências desse vírus e do isolamento em que nos encontramos.

TIROS AINDA NO ESCURO:

  • Medidas do BNDES, R$ 55 bilhões, com intuito de afetar 150 mil empresas, que empregam 2 milhões de brasileiros. Já haviam anunciado transferência de recursos do PIS/Pasep para o FGTS, mas também haverá refinanciamento de dívidas e de compromissos por 6 meses. Destacamos o capital de giro para pequenas e médias empresas.
  • O Banco Central (BC) divulgou mais medidas que vão desde injeção de liquidez (oferta de dinheiro) no mercado, oferta de crédito para as empresas, leilões no mercado de câmbio e redução da taxa de juros. Vale dizer que as incertezas ainda são muito grandes e as medidas do BC vieram com o intuito de tranquilizar o mercado, mostrando que temos um “arsenal” muito grande de medidas que ainda podem ser tomadas para garantir que o sistema financeiro vai seguir funcionando no país.
  • Medida Provisória (MP) que flexibiliza a legislação trabalhista durante o período de combate ao coronavírus. A MP 927 prevê suspensão do contrato de trabalho por até quatro meses (sem multa do FGTS ou direito a seguro desemprego). Contudo diante da polêmica em relação a essa decisão, o governo a revogou no mesmo dia.
  • Plano de ajuda aos estados no valor de mais de R$85 bilhões, com medidas que vão desde a suspensão de pagamento de dívidas à liberação de recursos para novos empréstimos. O plano, contudo, depende ainda de aprovação no Congresso.

CONSEQUÊNCIA: Decisões importantes, de grande peso, mas que só saberemos os efeitos ao longo do tempo. A única coisa que sabemos é que os efeitos não serão superficiais. Acontecerão mudanças estruturais e a nossa economia vai precisar de muito estímulo, como as medidas citadas acima. Precisaremos de muito trabalho e paciência para que o país volte a crescer depois que essa crise passar. Mas com dedicação e fé vamos acertar, mesmo atirando no escuro.

No items found.

Siga o Banco Ourinvest

Logo LinkedinLogo FacebookLogo InstagramLogo TwitterLogo YoutubeLogo Spotify

Conteúdos relacionados

14/9/21

Causa ou Consequência

Indefinições e risco

CAUSA: No vai e vem dos mercados observamos recentemente uma nova piora em nossa medida de risco-país

Leia mais

24/8/21

Causa ou Consequência

Movidos pela emoção

CAUSA: A vacinação está avançando no Brasil, temos mais de 50% da população vacinada com ao menos uma dose e, ao que tudo indica, os resu...

Leia mais

Categorias

Nossa equipe de economistas

Fernanda Consorte

Economista-chefe

Economia para todos é o lema da Fernanda. Com ampla experiência no mercado financeiro, conhecimento técnico apurado e linguagem simples, a autora contribui para a tomada de decisão de clientes e empresas que necessitem desse suporte.

Veja mais

Cristiane Quartaroli

Economista

Economista formada pela USP, com mais de 15 anos de experiência nas área de Economia e Finanças, com foco em análise macroeconômica, resultando em amplo conhecimento do mercado bancário.

Veja mais

Welber Barral

Estrategista de Comex

Mestre em relações internacionais (USFC), Doutor em direito internacional (USP) e pós-doutor em Direito do comércio internacional (Georgetown University), Barral foi secretário de Comércio Exterior do Brasil de 2007 a 2011. Atualmente é, também, diretor no Departamento de Comércio exterior da FIESP e conselheiro da Câmara de Comércio Americana.

Veja mais