Causa ou Consequência

Decisões, ações... Tiros no escuro

CAUSA: Vivemos em um monotema. E não é para menos. O coronavírus provocou uma crise na saúde humana, uma crise financeira e uma nova realidade. Para tamanhos impactos, ações e situações novas ocorrem todos os dias. Ainda, hoje, não conseguimos estimar a extensão (nós, economistas, só tendemos a crer que será rápido, mas muito intenso).

Assim, usaremos esse nosso canal para atualizá-los sobre as medidas econômicas-sociais que estão sendo tomadas (atropeladas?) para endereçar (amenizar?) as consequências desse vírus e do isolamento em que nos encontramos.

TIROS AINDA NO ESCURO:

  • Medidas do BNDES, R$ 55 bilhões, com intuito de afetar 150 mil empresas, que empregam 2 milhões de brasileiros. Já haviam anunciado transferência de recursos do PIS/Pasep para o FGTS, mas também haverá refinanciamento de dívidas e de compromissos por 6 meses. Destacamos o capital de giro para pequenas e médias empresas.
  • O Banco Central (BC) divulgou mais medidas que vão desde injeção de liquidez (oferta de dinheiro) no mercado, oferta de crédito para as empresas, leilões no mercado de câmbio e redução da taxa de juros. Vale dizer que as incertezas ainda são muito grandes e as medidas do BC vieram com o intuito de tranquilizar o mercado, mostrando que temos um “arsenal” muito grande de medidas que ainda podem ser tomadas para garantir que o sistema financeiro vai seguir funcionando no país.
  • Medida Provisória (MP) que flexibiliza a legislação trabalhista durante o período de combate ao coronavírus. A MP 927 prevê suspensão do contrato de trabalho por até quatro meses (sem multa do FGTS ou direito a seguro desemprego). Contudo diante da polêmica em relação a essa decisão, o governo a revogou no mesmo dia.
  • Plano de ajuda aos estados no valor de mais de R$85 bilhões, com medidas que vão desde a suspensão de pagamento de dívidas à liberação de recursos para novos empréstimos. O plano, contudo, depende ainda de aprovação no Congresso.

CONSEQUÊNCIA: Decisões importantes, de grande peso, mas que só saberemos os efeitos ao longo do tempo. A única coisa que sabemos é que os efeitos não serão superficiais. Acontecerão mudanças estruturais e a nossa economia vai precisar de muito estímulo, como as medidas citadas acima. Precisaremos de muito trabalho e paciência para que o país volte a crescer depois que essa crise passar. Mas com dedicação e fé vamos acertar, mesmo atirando no escuro.

Siga o Banco Ourinvest

Logo LinkedinLogo FacebookLogo InstagramLogo TwitterLogo YoutubeLogo Spotify

Gostou? Fale com um de nossos especialistas e tire suas dúvidas.

Obrigado! Entraremos em contato com você.
Ooops! Alguma coisa deu errado. Tente novamente!

Conteúdos relacionados

5/7/22

Causa ou Consequência

Os riscos do Brasil

CAUSA: O Risco-Brasil, medido pelo Embi (índice que mede o desempenho dos títulos emitidos por mercados emergentes), vem subindo desde o...

Leia mais

21/6/22

Causa ou Consequência

Risco Institucional

CAUSA: O aumento nas taxas de juros em escala global tem causado grande preocupação nos mercados, por conta do risco de recessão que...

Leia mais

Categorias

Nossa equipe de economistas

Fernanda Consorte

Economista-chefe

Economia para todos é o lema da Fernanda. Com ampla experiência no mercado financeiro, conhecimento técnico apurado e linguagem simples, a autora contribui para a tomada de decisão de clientes e empresas que necessitem desse suporte.

Veja mais

Cristiane Quartaroli

Economista

Economista formada pela USP, com mais de 15 anos de experiência nas área de Economia e Finanças, com foco em análise macroeconômica, resultando em amplo conhecimento do mercado bancário.

Veja mais

Welber Barral

Estrategista de Comex

Mestre em relações internacionais (USFC), Doutor em direito internacional (USP) e pós-doutor em Direito do comércio internacional (Georgetown University), Barral foi secretário de Comércio Exterior do Brasil de 2007 a 2011. Atualmente é, também, diretor no Departamento de Comércio exterior da FIESP e conselheiro da Câmara de Comércio Americana.

Veja mais