Causa ou Consequência

Contra Fatos Não Há Argumentos

CAUSA: Ao que parece, o mercado comprou o cenário de melhor articulação entre governo e Congresso.

Quem sou eu para negar? Mas olhem, a aprovação relâmpago do senado da MP 871, que busca coibir fraudes nos benefícios do INSS, foi bastante positiva, pois além de reforçar a ideia exposta na semana anterior de uma melhor articulação política, também é o primeiro passo da reforma da Previdência. E notem, foram 55 votos favoráveis e 12 contrários à proposição. Contra fatos não há argumentos.

Além disso, chamo a atenção para os recentes comentários do presidente do BC, Roberto Campos, que sugerem que a atividade econômica está respondendo mais à política fiscal do que a monetária (com o que eu concordo, considerando que acredito que a frustração nos números do crescimento deve-se à baixa confiança dos agentes, que, por sua vez, tem respondido aos atos do governo). Assim, há uma chance de que quem espera adicionais quedas na taxa Selic, mude de ideia.

CONSEQUÊNCIA: Ambas notícias reforçam um cenário de valorização do real. Primeiro porque, como tenho inúmeras vezes falado, aceleração do processo de reforma da Previdência deve aumentar a confiança dos agentes, impulsionando a economia. Segundo, um cenário de não cortes de juros também pode ajudar a atrair capital num Brasil melhor.

No items found.

Siga o Banco Ourinvest

Logo LinkedinLogo FacebookLogo InstagramLogo TwitterLogo YoutubeLogo Spotify

Conteúdos relacionados

14/9/21

Causa ou Consequência

Indefinições e risco

CAUSA: No vai e vem dos mercados observamos recentemente uma nova piora em nossa medida de risco-país

Leia mais

24/8/21

Causa ou Consequência

Movidos pela emoção

CAUSA: A vacinação está avançando no Brasil, temos mais de 50% da população vacinada com ao menos uma dose e, ao que tudo indica, os resu...

Leia mais

Categorias

Nossa equipe de economistas

Fernanda Consorte

Economista-chefe

Economia para todos é o lema da Fernanda. Com ampla experiência no mercado financeiro, conhecimento técnico apurado e linguagem simples, a autora contribui para a tomada de decisão de clientes e empresas que necessitem desse suporte.

Veja mais

Cristiane Quartaroli

Economista

Economista formada pela USP, com mais de 15 anos de experiência nas área de Economia e Finanças, com foco em análise macroeconômica, resultando em amplo conhecimento do mercado bancário.

Veja mais

Welber Barral

Estrategista de Comex

Mestre em relações internacionais (USFC), Doutor em direito internacional (USP) e pós-doutor em Direito do comércio internacional (Georgetown University), Barral foi secretário de Comércio Exterior do Brasil de 2007 a 2011. Atualmente é, também, diretor no Departamento de Comércio exterior da FIESP e conselheiro da Câmara de Comércio Americana.

Veja mais