Causa ou Consequência

PUBLICADO EM

23/2/2021

CAUSA: Para quem não conhece, biruta é aquele aparelho simpático que indica a direção e a intensidade dos ventos de superfície, auxiliando os profissionais da aeronáutica e da meteorologia. Poderíamos nós, economistas, ter um instrumento tão simples como esse para poder medir a direção dos mercados, não acham? Mas, infelizmente, as variáveis que movem os mercados são muitas e, na maioria das vezes, imprevisíveis e momentâneas. Exatamente o momento que estamos vivenciando, pois além da pandemia sem fim, o anúncio da troca do presidente da Petrobrás provocou grande mau humor nos mercados pela sinalização de que possa haver alguma intervenção do governo na empresa.

CONSEQUÊNCIA: Sabemos que imagem do Brasil já não é das melhores perante os investidores estrangeiros (que são os principais responsáveis pelo fluxo de capitais em nosso país) e a possibilidade de alteração na estatal prejudicou ainda mais. Resultado? Queda de mais de 4% na Bolsa e desvalorização do real, que encerrou o dia de ontem acima dos US$/R$5,4 e foi, mais uma vez, o patinho feio diante das demais moedas emergentes. É meus amigos... está difícil de acreditar que alguma brisa boa virá para mudar esse cenário. Em época de tempestade, não há biruta que adivinhe a direção do vento.

Siga o Banco Ourinvest

Logo LinkedinLogo FacebookLogo InstagramLogo TwitterLogo YoutubeLogo Spotify

Gostou? Fale com um de nossos especialistas e tire suas dúvidas.

Obrigado! Entraremos em contato com você.
Ooops! Alguma coisa deu errado. Tente novamente!

Conteúdos relacionados

5/7/22

Causa ou Consequência

Os riscos do Brasil

CAUSA: O Risco-Brasil, medido pelo Embi (índice que mede o desempenho dos títulos emitidos por mercados emergentes), vem subindo desde o...

Leia mais

21/6/22

Causa ou Consequência

Risco Institucional

CAUSA: O aumento nas taxas de juros em escala global tem causado grande preocupação nos mercados, por conta do risco de recessão que...

Leia mais

Categorias

Nossa equipe de economistas

Fernanda Consorte

Economista-chefe

Economia para todos é o lema da Fernanda. Com ampla experiência no mercado financeiro, conhecimento técnico apurado e linguagem simples, a autora contribui para a tomada de decisão de clientes e empresas que necessitem desse suporte.

Veja mais

Cristiane Quartaroli

Economista

Economista formada pela USP, com mais de 15 anos de experiência nas área de Economia e Finanças, com foco em análise macroeconômica, resultando em amplo conhecimento do mercado bancário.

Veja mais

Welber Barral

Estrategista de Comex

Mestre em relações internacionais (USFC), Doutor em direito internacional (USP) e pós-doutor em Direito do comércio internacional (Georgetown University), Barral foi secretário de Comércio Exterior do Brasil de 2007 a 2011. Atualmente é, também, diretor no Departamento de Comércio exterior da FIESP e conselheiro da Câmara de Comércio Americana.

Veja mais