Causa ou Consequência

PUBLICADO EM

27/10/2020

CAUSA: Chegamos na última semana do mês e a sensação é que pouco (ou quase nada) aconteceu ou mudou. Passamos praticamente o mês de outubro inteiro esperando a aprovação do pacote fiscal norte-americano- que não veio; aguardando as definições do governo brasileiro sobre o Programa Renda Cidadã e o auxílio-emergencial - que não vieram; esperançosos com os avanços das possíveis vacinas contra a Covid-19 - que ainda são insuficientes. E, agora, com as eleições (americana e brasileira) se aproximando é possível que, ao menos os dois primeiros assuntos, continuem paralisados.

CONSEQUÊNCIA: Com isso, cautela deve continuar sendo o nome do jogo nos mercados financeiros ao longo dos próximos dias, ou semanas, talvez. A falta de definições por parte dos governos e acrescente preocupação sobre como se dará a recuperação econômica pós- pandemia continuam sendo combustíveis para a piora dos ativos mundiais. E, no Brasil, não é diferente. Por isso, nesse cenário, é difícil imaginar alívio em nossa taxa de câmbio que, por ser também uma medida de risco, deve continuar pressionada à espera de alguma boa notícia. Será que teremos?

Siga o Banco Ourinvest

Logo LinkedinLogo FacebookLogo InstagramLogo TwitterLogo YoutubeLogo Spotify

Gostou? Fale com um de nossos especialistas e tire suas dúvidas.

Obrigado! Entraremos em contato com você.
Ooops! Alguma coisa deu errado. Tente novamente!

Conteúdos relacionados

5/7/22

Causa ou Consequência

Os riscos do Brasil

CAUSA: O Risco-Brasil, medido pelo Embi (índice que mede o desempenho dos títulos emitidos por mercados emergentes), vem subindo desde o...

Leia mais

21/6/22

Causa ou Consequência

Risco Institucional

CAUSA: O aumento nas taxas de juros em escala global tem causado grande preocupação nos mercados, por conta do risco de recessão que...

Leia mais

Categorias

Nossa equipe de economistas

Fernanda Consorte

Economista-chefe

Economia para todos é o lema da Fernanda. Com ampla experiência no mercado financeiro, conhecimento técnico apurado e linguagem simples, a autora contribui para a tomada de decisão de clientes e empresas que necessitem desse suporte.

Veja mais

Cristiane Quartaroli

Economista

Economista formada pela USP, com mais de 15 anos de experiência nas área de Economia e Finanças, com foco em análise macroeconômica, resultando em amplo conhecimento do mercado bancário.

Veja mais

Welber Barral

Estrategista de Comex

Mestre em relações internacionais (USFC), Doutor em direito internacional (USP) e pós-doutor em Direito do comércio internacional (Georgetown University), Barral foi secretário de Comércio Exterior do Brasil de 2007 a 2011. Atualmente é, também, diretor no Departamento de Comércio exterior da FIESP e conselheiro da Câmara de Comércio Americana.

Veja mais